NOTÍCIAS

O QUE É OCTANAGEM DO COMBUSTÍVEL E COMO ELA AFETA A POTÊNCIA DO MOTOR?

A octanagem equivale à resistência à detonação do combustível nos motores. Quanto mais alta a octanagem, maior será a sua capacidade em ser comprimido pelo ar sob altas temperaturas (processo que ocorre na câmara de combustão).

Os valores que mensuram a octanagem de um combustível são variáveis. Cada motor aceita um índice mínimo de octanagem para que funcione de forma adequada. Valores menores que os estabelecido, gradativamente podem promover um desgaste acelerado das peças do motor.

O que é octanagem?

De forma resumida, a octanagem é o resultado de uma reação química. O índice de octanagem é a relação de equivalência da mistura de um isoctano e do n-heptano.

Assim sendo, a gasolina de octanagem 90 possui uma mistura de 90% de isoctano e 10% de n-heptano. Isso faz com que o combustível (a gasolina, neste caso) apresente uma resistência de compressão de 90 unidades de medida. No Brasil a unidade de medida usada é a IAD (Índice Antidetonante).

Os combustíveis com alto índice de octanagem são usados em motores mais potentes. Ao contrário do que se imagina, uma alta octanagem não significa consumo elevado e sim o contrário. Combustíveis com baixa octanagem reduzem a potência do motor e podem provocar problemas mecânicos.

Outro mito comum com relação, é que alta octanagem não é sinônimo de qualidade de combustível. Se o motor não tiver potência, de nada adianta um combustível de alta octanagem. Fique atento!

Conforme dados informados pela Petrobrás, o IAD ou Índice Antidetonante das gasolinas vendidas no país obedecem aos seguintes padrões:

• Gasolina Comum – 87%
• Gasolina Aditivada Supra – 91%
• Gasolina Podium – 95%

(fonte: Brasil Escola www.brasilescola.uol.com.br)

Vale à pena colocar um combustível de alta octanagem no carro?

Agora que você sabe que octanagem é a resistência do combustível a pressão, quanto maior for a octanagem, maior será a sua resistência a detonação na câmara de combustão. Resta saber e entender qual é a potência do seu motor.

Vamos apresentar algumas análises:

Como explicado acima, no Brasil, os índices de octanagem variam de 87% a 95% dependendo do combustível. O importante é entender que um combustível com maior octanagem só terá o efeito esperado se o motor apresentar uma alta taxa de compressão. Encontramos motores assim em carros esportivos de luxo que podem alcançar velocidades maiores que 180 Km/h.

Em veículos populares com motores de menor potência, o uso de combustível de alta octanagem não é revertido em aumento de desempenho. É necessário lembrar que a potência está diretamente ligada à taxa de compressão.

Para entender melhor

Se analisarmos alguns carros, certamente iremos encontrar motores com diferentes taxas de compressão. Estes motores são equipados com sensores que controlam a pressão da câmara de combustão. O papel do sensor é controlar a emissão da fagulha gerada pela vela. Quando a gasolina tem alto índice de octanagem a vela emite mais fagulhas para que o motor tenha sua potência aumentada.

Em motores 1.0 ou 1.6, onde o sensor apenas controla a fagulha da vela, usar um combustível com alta octanagem não vai adiantar, pois o motor não tem a potência que o combustível pode proporcionar. No entanto, nem tudo está perdido. Algumas montadoras nacionais desenvolveram motores com maior cilindrada. Nestes casos, o combustível com alta octanagem (gasolina Premium 95) pode oferecer um melhor desempenho com menor consumo.

Em resumo

Se você é proprietário de um carro esportivo ou de um carro popular, antes de abastecer seu veículo com um combustível de alta octanagem, é importante consultar o Manual do Proprietário do Veículo. Lá você encontra todas as informações necessárias para usufruir de toda a potência que o seu motor possa oferecer. #ficaadica

RELACIONADAS

Abrir
1
Precisa de atendimento?
Olá, como podemos ajudar?